segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Sintomas que você não pode ignorar no seu pet

Sintomas que você não pode ignorar no seu pet
21 Sintomas que você não pode ignorar no seu pet.
1. Andando de um lado para outro e inquietação. Em cães, este comportamento pode indicam dor , desconforto ou sofrimento. Inquietação pode ser associada a dilatação e torção gástrica nos cães de grande porte. È um emergência grave, que necessita de cirurgia.

2. Náusea improdutivo. Cães que tentam vomitar sem resultado, durante algum tempo, podem estar com torção, corpo estranho no estoimago/ intestino ou intussussepção, isto é uma alça intestinal entar na outra.Geralmente é emergência cirúrgica.

. 3. Colapso ou desmaio. Sempre é preocupante e mesmo que se recupere raspido deve ser levado ao veterinario para uma bateria cuidadosa de exames. Pode ser uma anemia aguda causada ou por envenenamento ou doença infecciosas. Pode ser uma isquemia, um ataque cardiaco, uma convulsão discreta, intermação num dia muito quente, eclâmpsia numa femea que está amamentando, disturbios metabólicos, em ultima instancia tumores cerebrais.

4. Anorexia . Podem haver muitas causas,como infecções, dor, lesões na boca ou eôfago, e mesmo causas emocinais. Se persistir por mais de 24 horas é necessário fluidoterapia de reposição e investigação das causa. Em animais muitot jovens é necessario rapidamente repor os liquidos que se perdem, E as casas devem ser encontradas e corrigidas.

5. Perder peso. Perda de peso é uma condição física que resulta de um saldo negativo de calorias. Isso geralmente ocorre quando o corpo usa e / ou excreta os nutrientes essenciais mais rapidamente do que pode consumi-los. Às vezes trocando de ração já se resolve o problema, mas podem haver outras causas, como diabete mellitus, hipertireoidismo, infecções renais ou uterinas, neoplasias, e a´te maus tratos. È necessário investigar e diagnosticar o quanto antes.

6. Problemas respiratórios. Desconforto respiratório ou dispnéia, pode ocorrer a qualquer momento durante o processo da respiração, seja na inspiração como na expiração. Pode ocorrer em cães ou gatos, e as causas sãovárias e devem ser avaliadas pelomédico veterinário o quanto antes. Pode ser uma crise aguda de bronquite, espasmo da traqueia, insuficiencia cardíaca, ou mesmo um edema agudo de pulmão,ou aonda efusão pelural. A fata de ar pode ou não estar assiciada á tosse.

7. Olho vermelho. A “olho vermelho” é um sinal não específico de inflamação ou infecção.Pode ser visto em várias afecções dos olhos e/ou pálpebras, como blefarites, ulceras de córnea, conjuntivites alérgics ou inflamatórias, aumento da pressão intraocular, glaucoma etc. Deve ser visto logo e tratado por oftalmologista veterinairo, de preferencia.

21e

8. Icterícia. Presença de cor amarela em pele e mucosas, devido ao aumento da bilirrubina no sangue. Esta aumenta por problemas hepáticos,ou por doenças agudas que causam quebra hemácias.pode ocorrer em doenças muito graves como envenenamento, doenças infecciosas como leptospirose e hepaitie viral, e doenças transmitidas por carrapatos.

, 9. Dificuldade para urinar. O desconforto pode ser demonstrado por vocalizar durante a micção, ou lamber excessivamente a região urogenital ou virar e olhar para a área. A causa pode ser uma ionfecção renal aguda, obastrução por cálculos, ou um quadro de insuficiencia renal. Todos devem ser tratados o mais rápido possivel..

10. Urinar e beber água excessivamente. Estes sinais são freqüentemente os primeiros sinais de doença, incluindo insuficiência renal, diabetes mellitus, problemas de tireóide, infecção uterina (piometra chamada), bem como outras causas. Cães, ingerem normalmente, cerca de 20 a 40 ml por quilo de peso corporal por dia, ou uma a duas xícaras por dia para um cão de tamanho . Havendo estes sintomas, não fique esperando, leve logo seu amigo ao médico veterinário.

11. Febre. A febre é definida como uma temperatura corporal anormalmente elevada. Acredita-se que a febre é um método de alarme do organismo à infecção. A temperatura em cães e gatos é medida pelo reto. Uma temperatura acima de 39.3oC é considerada febre e deve ser ionvestigada. Não dar antitérmicos, principalmente a gatos, que se intoxicam rapidamente com eles.

12. Convulsão. A convulsão é um desequilíbrio entre neurotransmissores e alguma área do sistema Nervoso Central. Entre várias causas estão envenenamentos e epilepsia. Não se deve mexer na boca do animal, sob risco de seríssimo acidente, pois o animal está incosnciente e pode morder com muitos estragos. Mas deve-se proteger sua cabeça para que não se machuque. Colocar uma almofada ou cobertor amparando a cabeça, e esperar. Uma convulsão geralmente dura cerca de um a 3 minutos. Convulsões que durem mais de 5 minutos devem ser consideradas como “Mal Epiléptico” e devem levar o animal em emergencia para o hospital veterinário.

13. Hematomas e sangramentos. Hematomas e sangramentos inexplicáveis surgem como distúrbios da hemostasia (coagulação).Muitas causas podem provocar isso, como doeças transmitidas por carrapatos, doenças auto-imunes, enveneamentos, hiperadrenocorticismo, hepatopatias. O caso é preocupante e deve ser levado o quanto antes ao médico veterinário para ser investigado e tratado.

14. Tosse. . As causas mais comuns incluem a obstrução na traquéia, pneumonia, bronquite, dirofilariose, os tumores de pulmão, tosse do canil e insuficiência cardíaca.Sempre que houver tosse persistente, leve seu cão ou gato para ser examinado pelo médico veternário e fazer uma radiografia de tórax.

15. Abdômen inchado ou distendido. Distensão abdominal é um aumento anormal da cavidade abdominal. Este termo é geralmente reservado para o alargamento abdominal devido a outras causas que não a obesidade simples. Uma das causas de distensão abdominal é a acumulação de líquidos anormais (ascite). Outra causa é o alargamento de qualquer órgão abdominal, incluindo o fígado, rins ou baço. Distensão do estômago com ar (”inchaço”) ou líquido ou distensão do útero (útero) durante a gravidez, pode resultar em distensão abdominal. Pressão do abdômen empurrando contra o diafragma torna a respiração mais difícil e esta pressão dentro do abdómen pode diminuir o apetite. Pode ser uma emergencia cirúrgica e deve ser logo investigado.

16. Enterite hemorrágica. A diarréia com sangue em cães pode ser disntomas de doenças virais graves e letais. Mantenha seus animais vacinados. anualmente. Outras causas podem ser verminoses, giardíases, , tanto em gatos quanto em cães, assim como pancreatites. Se o seu amialzinho de estimação tiver um episódio de diarreia,não deixe de levá-lo para consulta,mesmo que tenha sido somente uma vez. Certifique-se que mantém o controle da vermifugação, dá somente ração de boa qualidade e não usa produtos de limpeza perigosos.

17. Hematúria- A presença de sangue na urina é sempre preocupante. Mesmo que só apareça uma vez, leve seu cão ou gato para fazer exames. O médico veterinário poderá constatar, atraves de exame físico, laboratoriais e ultrassonografia, a existências de cálculos, kinfecções, tumores e alterações na coagulação.

18. Ferimentos por mordidas- é necessário atenção, pois podem precisar de pontos, e administração de antibióticos orais e curativos locais diários até a cicatrização. Alguns animais são muito inquietos, e necessitarão usar o colar elizabetano para não interferir no tratamento.

19. Hematêmese ou vômito de sangue. Pode ser vivo ou coagulado, ssempre é necessário descobrir a causa e ser tratado imediatamente na Clinica ou Hospital Veterinário. Há muitas causas, como gastrites agudas, envenenamentos, uremia. Pode ser emergência cirúrgica.

20. Letargia e fraqueza extrema. É um estado de sonolência, inatividade, indiferença. Pouca resposta a estímulos externos. È um sinal inespecífico de várias doeças de ordem física e mesmo emocional. Devem ser investigadas e tratadas; Se persistir por mais de 24 horas,marque uma consulta para ele no consultório do médico veterinário.

21.Palidez gengival. É algo que é fácil de observar. Constatando que as mucosas estão muito brancas, leve seu animal de estimação ao médico veterinário, mesmo se não exsitirem ainda outros sintomas. Pode ser a doença transmitida por carrapatos, hemorragia interna, choque hipovolêmico( neste caso,mantenha-o aquecido envonvendo em mantas)

Dicas do bichosonline.vet
Breve mais dicas para cuidar do seu pet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Receba Novidades por Email

Google+ Badge

Postagens populares

Visualizações de páginas da semana passada